MPB

 

 

Música Popular Brasileira

 

Acima, o maravilhoso encontro de Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown. Os Tribalistas interpretam a Velha Infância.

 

Acima, Edu Lobo e Marília Medalha interpretam Ponteio. A música que venceu o Festival da Record de 1967 foi composta pelo próprio Edu Lobo e pelo letrista baiano José Carlos Capinan.

 

Quarteto Cy

 

Música Pop

 

 

As baianas do Quarteto em Cy, em 1964, durante a gravação do primeiro LP do grupo. As irmãs Cybele, Cyva, Cylene e Cynara nasceram em Ibirataia, na Bahia. Iniciaram a carreira na Hora da Criança, na Bahia. No início dos anos '60 foram para o Rio de janeiro e tornaram-se um dos mais conhecidos grupos da MPB.

 

Música

 

O paraibano Geraldo Vandré canta Aroeira, em 1967. Sua composição.

Mais: Música Nordestista

 

Armandinho. O guitarrista e compositor baiano chama seu trabalho de pop-choro. Armando da Costa Macêdo nasceu em Salvador, Bahia, em 22 de maio de 1953. Seu pai, Osmar Macêdo, foi um dos criadores do trio elétrico. Já na adolescência, Armandinho era um virtuoso guitarrista, fundou a banda A Cor do Som e inventou a guitarra baiana. É o maior guitarrista brasileiro de todos os tempos.

 

 

Cultura

Música

 

Jair Rodrigues interpreta Disparada (do paraibano Geraldo Vandré e do carioca Théo de Barros), vencedor do Festival da Record de 1966.

 

Caetano defende Alegria, Alegria no festival da Record, em 1967. Sua música marcou época e mostrava o grande gênio musical que inundaria as rádios do país nas décadas seguintes.

 

 

A eterna Elis canta Lúcia Esparadrapo, dos compositores baianos Antonio Carlos & Jocafi, lançado em 1971.

 

Copyright © Guia Geográfico - Arte Musical, Música Popular Brasileira.

 

Musica

 

 

MPB

 

 

 

 

MPB

 

 

 

 

 

Divulgação